quarta-feira, 5 de março de 2014

thirty four ♡

Acho que é coisa da minha cabeça porque eu não conheço nenhum amigo do Danilo. Mais ainda sim fiquei olhando pra lá. Vi minha mãe chegando ali com eles. Ela deu um abraço nesse menino. Passou a mão no cabelo dele e foi falando umas coisas. Ele só ouvia sorrindo um pouco tímido. O Danilo saiu de perto e só ficou minha mãe e o menino. Agora eles começaram a conversar mesmo. Fui me aproximando devagar. Ai, eu tava curiosa. Fui chegando e me mãe me olhou. Fez sinal pra eu ir lá. Tentei disfarçar mais o mlk já tinha visto tbm. Então finalmente cheguei neles lá. O mlk me olhou bem nos olhos e depois da cabeça aos pés. O olhei meio confusa e sorri um pouco forçado.Minha mãe reparou.- Luísa: não tá lembrando do Gabriel filha? -falou meio indignada- tbm, ele tá super diferente. Tá cada vez mais lindo. -putz, embaralhou mais ainda aqui- Gabriel: que nada dona Luísa -riu meio descolado e nossa.. muy gatinho.- Luísa: dona? Que isso menino? Te vi nascer -riu- Gabriel: pois é -riu- lembro de bastante coisa até -sorriram- Dinha: pe..perai , não tô entendendo nada! Luísa: menina, é o Gabriel, filho da Ana, melhor amiga da sua tia Raíssa. -ainda fiquei tentando lembrar- Gabriel: a gente brincava lá na casa do Danilo.. Subia no pé de Goiaba .. Não lembra? -nesse momento me veio um pequeno flashback. Tava eu, as meninas, o Danilo e esse Gabriel. Claro que lembro. Kk. A gnt até já casou na festa Junina da escola .. Noss.. Tá mudado.- Dinha: noooosssa mano, lembrei -ri e por impulso dei um abraço de leve como um cumprimento nele.- mudou meeeesmo
Gabriel: você tbm , tá muito gatinha -sorriu me deixando sem graça. Olhei pra minha mãe e ela riu tbm.- Luísa: vou deixar vocês conversando -foi saindo sem me dar chance pra impedir- Gabriel: nossa , faz muitos anos que eu não te vejo. Desde que eu tinha uns 8,9 anos. Dinha: verdade, agora tô lembrando de tudinho. -sorrimos de leve- Gabriel: eai, o que tu fez de bom esses anos todos ? Dinha: ah, estudei né. Tô no ultimo ano graças a Deeeeus -levantei as mãos pro céu e ele riu.- e tu ? Gabriel: eu tbm , mais já terminei graças a Deeeeus -me imitou me fazendo rir.- Dinha: tá com quantos anos? Gabriel: 18. E tu 17 né? Dinha: aham -sorri- tá morando na Prai Grande ainda? Gabriel: tô po , saio de lá não. Dinha: e nem eu daqui Gabriel: aí fica mei difícil -riu- Dinha: porque? Gabriel: porque aí que eu não te vejo mais mesmo. -eu ri. Ele me olhava de um jeito que .. Vish.- Dinha: hoje em dia todo mundo tem rede social né? Gabriel: ah, não é a mesma coisa né. -rimos- nem leva a sério não tá ? Tô brincando. Teu namorado pode não gostar que a gente troque rede social tbm Dinha: namorado? -riu- bom, daqui uns anos eu falo com ele Gabriel: anos? Dinha: é po, não conheço ele ainda. Aí tenho que esperar né -dei risada e ele acabou rindo tbm.- Gabriel: engraçadinha -riu- não tem namorado então mesmo? Dinha: não -ri e lembrei da risada do Neymar. Credo kkk.- Gabriel: por opção né? Porque linda desse jeito deve tá cheia de mlk do pé Dinha: haha até parece -ri de novo pra esconder o nervoso. Ele tava dando em cima de mim.. Tentei procurar outro assunto pra disfarçar.- ain, adoro essa musica -era uma no NxO.- até que enfim tiraram as músicas bestas. Gabriel: pois é -riu- gosta de Nx ? Dinha: ah, eu gosto sim. Gabriel: conheço os caras Dinha: oi? Sério?? Gabriel: é po, meu irmão mais velho é parça deles. -ele começou a contar várias histórias. Depois mudou o assunto e a conversa continuou fuindo. Super gente boa. Acabei sentando na mesinha e fiquei a noite toda conversando com ele. Parecia realmente que a gnt já se conhecia. Apesar de que éramos crianças. Depois de algumas horas a festa foi esvaziando.- nossa, tenho que vazar -falou olhando o relógio no pulso- Dinha: já? Gabriel: já nada , tenho que trampar amanhã Dinha: tá certo po -sorri- Gabriel: boa de papo e gatinha , gostei mesmo de te ver viu. Te chamo no whats pra gente combinar alguma coisa. Dinha: ah .. Claro, chama sim -sorri e levantei pra me despedir dele. Ele me aproximou, me deu um abraço, fui pra dar um beijo no rosto e ele tbm veio. No encontro de rostos o beijo acabou saindo no cantinho da minha boca. Ele se afastou e nossos olhares se fixaram um no outro. Ele era lindo. Percebi agora os seus olhos tão verdinhos. Ficamos assim por alguns segundos até eu perceber que alguma coisa tava ficando estranha. Abaixei a cabeça e me afastei. Ele acabou se afastando tbm. Subi o olhar e ele tava até vermelho de vergonha. Que bunitinho kk.- Gabriel: vou lá então. -sorriu e foi saindo. Fiquei olhando ele ir e achei essa situação bem estranha. Sei lá, a único mlk que eu senti uma atração diferente, foi o Felipe.. E hoje parece que eu senti uma outra coisa esquisita. Ai credo kk. Bom, saí dali procurando as meninas. Achei elas com um povo da minha familia. Fui até lá, fiquei um pouquinho na rodinha. Ele eles irem embora e sobrar só a gente.- Liza: nossa, quanto tempo , tudo bem? Mari: pois é menina, faz tempo hein? Dinha: não começem, que que foi? Liza: nada, tava a boa a conversa? Mari: ahh devia tá sim Dinha: ai caraio, que isso hein? Ciumes? Não tô entendendo. Mari: não é a gente que tem que ficar com ciumes Dinha: meo,vcs tão bravas porque eu tava conversando com o menino? Liza: risadas , sorrisos, e um abração no final. Dinha: e daí? vcs que foram mal educadas e não foram falar com o mlk Mari: eu falar com ele? nem lembro dele, tu que tava dando mole Dinha: e se eu tivesse? o que que tem? Liza: noosssa , pelo amor de Deus. -pegou no braço da Mari e foi saindo. Dei de ombros e foi onde tava meus pais. Eles falaram lá que a gnt já ia embora. As meninas sumiram. Me despedi do povo , e fomos embora. Porra elas me deixaram sozinha. Parece que gostam mais do Junior do que eu. Eu não fiz nada de mais. E outra, até parece que ele não dá um molezinho pra aquelas maria chuteira peituda e bumbuda que aparece na frente dele. Juro que não tô me sentindo culpada não. Nunca deixei de pensar no Junior. Por nenhum segundo. E ele sabemos do meu sentimento. [..] Bom, demorou um pouquinho mais cheguei em casa. Fui direto pro meu quarto. Tava morrendo de sono e amanhã tem aula. Fui pro banheiro tomei um banho super rápido, coloquei uma camisolinha rosa e me deitei. Peguei meu celular, e desbloqueei. Tinha varias mensagens no whats. Cliquei lá e fui direto na conversa do Junior.- 
eae, tá na festa já? (20:02)
hein ? (20:07) Amanda? (20:13)
depois fala que não é pra eu ter ciumes (20:49)
mais você sabe o que faz né? eu confio em você. (20:50) só não esquece do Neymarzinhu aqui viu? (20:50) quando chegar em casa chama aqui .. beijão  (20:51)
Pqp, e já tá mó tarde. Ele deve tá durmindo e pá. Deu um aperto no meu coração. Me veio agora um sentimento de culpa. Fiquei pensando se ele tava com raiva de mim. Eu acabei ficando com raiva de mim. Finalmente a gente conseguiu ficar de boa. E eu posso ter estragado tudo de novo. Resolvi chamar ele.- Ju ? (1:55) tá durmindo né? Amanhã quando acordar me chama. (1:57) tô aqui (2:00) nossa, tá acordado essa hora? (2:00) não pode? se tu tbm tá (2:01) é que eu cheguei agora pouco. eita, tava boa então a festa po. (2:02) tava , mais era de criança , então .. (2:02) tendi (2:03) tá bravo comigo? (2:03) ah .. tô com um pouco de ciumes .. confesso (2:05) ciumes? do meu primo Daniel ? ele tem 5 anos, só pra tu saber. (2:06)
tá zuando né? não tô com ciumes de uma criança (2:06) então me explica porque eu não entendi. (2:07) não quero que tu pense que eu tô te vigiando. Mais tipo, eu cliquei na Mari e o visto dela tava há mais de uma hora atrás. E o da Liza tbm. Chamei a Mari e ela não respondeu. Aí chamei a Liza e ela falou que ela e a Mari tinham chegado e tu ficado lá. (2:09) 
porque tu ficou? (2:09) eu não te devo essa satisfação toda mais eu vou falar. Elas tavam com raiva de mim aí me deixaram lá sozinha (2:10) entendi , vou durmir que meu mal é sono! (2:12) tbm acho e tbm vou. (2:14) Boa noite (2:17) Ele nem respondeu mais. Ficou com raiva porque eu falei que não devo satisfação pra ele. E eu devo? Era só o que me faltava. Culpa das meninas. Coloquei o celular embaixo do travesseiro e virei pro outro lado. Fechei os olhos e sem querer lembrei do rosto do Gabriel. Forcei minha mente pra apagar esse imagem kk Tava estranho. Me concentrei mais um pouco e acabei adormecendo. [...]
~Amanda off~
~Mari on~
Depois de mais uma DR com o Gil, eu vi que realmente ele cansou. Eu fiquei super mal. Ontem senti vontade de ligar pra ele o tempo todo. E conforme as horas se passaram meu coração foi me aquietando devagar. E no fim eu percebi que eu tinha acabado com tudo. Mais agora adiantava alguma coisa eu me arrepender? Ele não quer mais saber de mim. E vai acabar se tornando uma lembrança distante. Eu decidi que não vou atrás. Um dia vou querer que ele me desculpe mais, agora não mudaria nada. Eu realmente espero que a tempestade dentro de mim, passe. Que eu ainda possa viver do jeito que eu viva, sem que nada tenha mudado dentro de mim.. Agora tô na escola. Tá na terceira aula, que é vaga. Tô sentada nos bancos do pátio com as meninas, o Léo, o Felipe e o Caio.-
Felipe: então a Marizoca tá solteira de novo? vai se dar bem agora o Leozinho -rimos- Mari: falei que tô solteira, e não na pista fio. Léo: precisa tá na pista não. -os mlks assobiaram lá- Caio: aí Marizinha, Léozinho tá afim ó. -riram- Mari: para de ser isqueirinho vocês meo Felipe: isqueirinho sim, exatamente. A gnt tá tentando esquentar as coisas. -riu- Caio: é po , mlk tá carente Mari , dá um beijinho nele. Mari: para mano , ow. Léo: para pq? tô carente mesmo -fez bico- Mari: ai meu Deus, mereço -ri. Continuamos ali conversando entre essas cantadas e indiretas. Quando deu o sinal pro intervalo compramos o lanche e voltamos pra lá. Continuamos papeando até dar o sinal de novo. Fomos subindo pra sal porque agora já não é mais aula vaga . Fomos subindo. Quando olhei pra cima, as puta lá , Sophia , Ane e a Michelle tava descendo.Fingi que nem vi e continuei subindo.Mais as piranha veio descendo pelo mesmo lado. Acabamos esbarrando nelas. A Dinha quase caiu. Mais se segurou no corrimão.- Sophia: chifre tá te desequilibrando querida? Dinha: chifre ? Sophia: é, tu não é a namoradinha do jogador? Aquele jogador que de 10 mina ele pega 9? E que inclusive já pegou mina dessa escola? -gargalhei-
Dinha: limpa aqui -apontei pra minha boca, me referindo a dela- que o veneno da inveja tá escorrendo. Sophia: inveja de chifruda? Ah não, não tenho não. Dinha: eu fico até sem palavras pra você. Fico aqui pensando, tua mãe devia tá muuuito entediada quando resolveu meter pra te fazer. Sophia: NÃO FALA DA MINHA MÃE! -foi indo pra cima da Dinha junto com as outras lá. Eu e a Liza entramos no meio. - Mari: opaaa , passinho pra trás aí ô piranhas. Ane: a gente piranha? Falou a que se aproveitou do namorado da amiga pra arranjar um namorado tbm. -gargalhei- Liza: tá se importando demais hein? É falta de competência pra dar essa buceta direito e arrumar um macho? -elas riram tbm.- Michelle: é , tu que é a competente. Já deu pra meio mundo. -quando ela falou aquilo a Liza foi pra cima e com isso eu e a Dinha tbm. Começamos a nos empurrar.- xxx: HEI HEI HEI -a inspetora veio gritando e entrando no meio a gente.- o que tá acontecendo aqui? As 6 pra sala agora. Vai , anda , sem dar um piu -foi subindo junto com a gente. Entramos na nossa sala. Sentamos lá.- Mari: caraio mano, eu ainda vou ter o gosto de bater em pelo menos em uma dessas vaca. Dinha: meu sonho -rimos e voltamos a prestar atenção na aula [...] Acabou de acabar a aula. Agora estamos saindo da escola. Fomos seguindo pra atravessar a rua quando alguém pega forte no meu braço e me vira de uma vez pra trás. Olhei assustada pro Léo.-
Mari: tá maluco Leonardo? -ele riu- Léo: quero falar com vc. Mari: se fala com a boca e não com as mãos. Me solta! -me contorci e saí dele.- o que você quer ? Léo: ficou a aula toda me provocando e agora pergunta o que eu quero? Mari: oi? eu tava te provocando ? ta doido? Léo: tava sim. toda hora se insunuando , dando risadinha , me olhando. -eu ri- Mari: ah dá licença que eu tenho mais o que fazer. -me virei pra sair mais ele me pegou de novo pelo braço, me virando pra ele.- caralho, não faz mais isso tá entendendo? -empurrei ele falando alto. Ele deu um passo pra frente e eu pra trás.- Léo: tá com medo porque? Mari: eu não tenho medo de você, e não to entendendo porque tu tá fazendo assim. Léo: tá se fazendo de desentendida? tá louquinha pra me dar uns cato que eu sei. Mari: aai porra viu. -ri- só porque eu não tô mais namorando tenho que ficar cm você? se toca. Léo: tem não , você quer. -pegou de novo nos meus dois braços e colou meu corpo no dele.- tá cm medo de alguem ver e contar pro seu ex ? pode deixar que eu me entendo com ele. Mari: tá pensando oq de mim Leonardo? você me conhece desde criança vlh ! Léo: pois é , e eu sabia que a gente ia ficar junto um dia. Mari: meo, tu tá chapando o coco já Léo: ah , para de conversinha -apertou meus braços e aproximou rapidamente o seu rosto do meu. Fui tentando sair , empurrando minha cabeça pra trás. Cadê as meninas numa hora dessa? Ele tava me machucando.- Mari: ME SOLTAA .. TÁ MACHUCANDO PORRA .. SAAAI -falei me contorcendo mais não conseguia sair. Eu tava ficando desesperada. Comecei a gritar e aí ele me calou colando nossos lábios. Nem abri a boca , ele tava segurando minha cabeça e eu nem conseguia tirar minha boca da dele. De repente vi que ele só soltou de mim rapido demais.-
xxx: SOLTA ELA FILHO DA PUTA-olhei pra frente e arregalei meus olhos quando vi o Gil segurando o Léo pela gola da camisa. Eu não sabia o que fazer.Olhei pra trás e as meninas tavam vindo correndo. Decidi entrar no meio porque o Gil tava quase dando um murro na cara do Léo.- Mari: para Gil, não faz isso por favor Gil: tá defendendo o namoradinho? -ele tava ofegante e com os vermelhos de raiva- tava se debatendo porque? já tinha me visto? Mari: não, ele tava forçando a barra sim mais , não quero que se ferre por isso. Deixa ele. Léo: ele tem razão Mariana, já tinha visto ele? por isso não queria me beijar né? Porque no intervalo me deixou até sem fôlego. -o Gil olhou pra mim e balançou a cabeça negativamente.- Mari: QUE? ele tá mentindo. Porque isso Leonardo? Liza: é mentira Gil , ela tava sentada do meu lado o tempo todo. Dinha: mentira messsmo, vlh , tu é muito cara de pau Leonardo! Léo: eu que sou cara de pau ? -gargalhou e eu não consegui mais conter minhas lágrimas. Comecei a chorar e voei no pescoço do Léo. Comecei a estapear ele. As meninas entraram no meio e me tiraram de cima dele.- Mari: TE ODEIOOO ! Gil: CHEGA MARIANA! Para, não precisa mais fingir que você é santa perto de mim. E nem vocês -olhou pras meninas- acobertarem ela. Porque pra mim já deu. Foi bom enquanto durou e enquanto eu não sabia que era um otário na mão dela. Mari: Gil, acredita em mim. Eu não se o que deu nele, ele me agarrou e .. -ele interrompeu- Gil: já falei que não precisa explicar mais nada não. Só me esquece flw? Esquece tudo, fingi que eu não existo agora. -olhou fundo nos meus olhos e eu pude ver sua mágoa. Aquilo me doeu demais. Ele foi saindo devagar e eu não tive forçar pra ir atrás dele. Fiquei olhando ele ir embora com o coração na mão. Assim que o carro arrancou desabei nas lágrimas. As meninas foram me levando.- Mari: não -parei- eu ainda tenho que matar aquele mlk -falei me referindo ao Léo. E me virei de novo.- Dinha: não Mari , chega,deixa essa mlk pra lá -me puxou de volta.- Liza: é , só vai criar mais confusão -continuei andando com elas. A Liza foi pro curso e eu e a Dinha pra casa. Ela entrou lá comigo.- Dinha: vou ficar aqui contigo tá ? Vai lá tomar um banho que eu vou fazendo um rango pra tois aqui -piscou e foi indo pra cozinha. Fui pro meu quarto. Larguei minhas coisas lá e fui pro banheiro. Me despi e entrei no banho de cabeça. E minha cabeça tava mesmo fervendo. Meus pensamentos pareciam estar todos embaralhados. Como eu deixei isso acontecer? A culpa era minha? Talvez se eu não tivesse sido tão dura com o Gil, isso não teria acontecido, e o Léo teria me respeitado. Mais esse sentimento de culpa, estava se transformando em arrependimento. Eu nunca deixei de amá-lo em nenhum momento. E minha vontade sempre foi de ficar com ele. Saí do banho, coloquei um shorts jeans e uma blusinha caida preta , penteei cabelo e deixei secar sozinho. Fui pra cozinha ver o que a Dinha tava aprontando.- Mari: tá fazendo o que? Dinha: um risotinho Mari: eu termino aí , vai lá tomar um banho. Dinha: porque? Dá pra sentir daí é -falou se cheirando.- Mari: pior que dá, tá foda -assenti e rimos.- vai logo besta -ela passou por mim e eu assumi lá. Quando ela saiu me ajudou a terminar. Almoçamos ouvindo som e conversando. Depois fomos pro meu quarto. Liguei a tv , o ar e deitamos na cama.- Dinha: tá mó calor, mó solzinho bom. A gente podia ir pra praia. Mari: claro, aproveito e me jogo logo naquele marzão e sumo de vez. -ela riu- tu tá rindo? Queria ver se fosse tu. Dinha: tantas vezes briguei feio com o Junior e olha só agora. Estamos melhor do que nunca. Mari: o Junior já te mandou esquecer ele? Fingir que ele não existe? Mandou esquecer tudo? Dinha: ele não, mais eu já. Já falei isso tudo pra ele. E vou te falar, se ele gosta de você .. -interrompi- Mari: ele não gosta. Ele não fala, nunca falou, não tá nem aí. Não sei porque ele fez esse teatro. Uma hora dessa ele tá com uma agenda na mão, ligando pras vagabunda dele. Dinha: aaai Mari -gargalhou- E se for? Vai ficar aqui esperando outro homem daquele cair do céu? Com todo respeito -rimos- Mari: o que eu posso fazer se é dele que eu gosto. Dinha: pode fazer tudo, menos ficar se lamentando dentro de casa. -ficamos em silencio alguns segundos. E eu só pensando nessa situação.- Mari: liga pra Rafinha então. Dinha: pra que? Mari: tu não queria ir pra praia? Dinha: AEEEE -deu um beijo na minha bochecha e eu ri. Pegou o celular e ligou lá pra Rafa. Falou lá com ela e depois desligou.- Ela encontra a gente lá. Vou lá em casa pôr um biquini e já volto. -se levantou e saiu. Não muito animada, me levantei, coloquei um biquini todo preto. Um short e uma "blusa" que mais era uma renda branca, que servia justamente só pra ir á praia. Peguei minha bolsa de praia, coloquei o que tinha que colocar. Calcei um chinelinho e quando fui descer a campainh tocou. Deve ser a Dinha. Abri a porta e era ela mesmo.- vamos? Mari: uhum , vamos. -saí, tranquei a casa e saí dali. Pegamos um taxi, e fomos. No caminho fui conversando com ela. Depois de uns minutos o taxi dexou a gnt em frente a praia no c4. Pagamos e descemos. Andamos um pouquinho pela areia até parar. Estendemos uma canga bem grande. Deitamos lá de bum bum pra cima. Ficamos papeando. Até que foi bom eu vir. Depois de um tempinho vi a Rafa chegando. A Dinha tava com a cabeça deitada sobre os braços. Sorri pra Rafa e ela fez um sinal pra eu não falar pra Dinha que ela tava chegando. Ela veio se aproximando devagar. Coloquei a mão na boca pra não rir. Ela chegou bem do lado e levantou a mão pra bater na bunda dela.- Rafa: EAI LOIRINHA -gritou e deu um tapão da bunda Dinha- Dinha: AHH -ela deu um grito mó alto, deu um pulo e levantou com a mão no coração.Eu e a Rafa começamos a cascar o bico da cara dela.- sua filha da puta -deu um tapa no braço da Rafa e deitou de novo.- Rafa: ó, não xinga a sogra não hein Dinha: que mané sogra o quê -rimos.A Rafinha deitou lá com a gnt. Começamos a conversar sobre diversos assuntos. Rimos pra cassete como sempre.Contei pra Rafa dos bgl do Gil e ela me falou que eu que tinha que ir atrás dele dessa vez. Porque agora ele merecia.- Mari: tudo bem, ele pode merecer. Mais e se eu quebrar a cara? Dinha: quebrar a cara como? Mari: chegar lá e ele não me quiser mais? Rafa: ah meo, essas coisas acontecem né? É a vida. Em algum momento você tem que quebrar a cara pra aprender novas lições. Dinha: isso mesmo. E pode ser ruim agora pensar em ficar sem ele,mais depois, daqui um tempo, quando você tiver com outra pessoa, você vai lembrar de tudo com uma lição. Mari: af mais tu tá falando como se a gnt não fosse voltar mesmo Rafa: nããoo Mari , é uma suposição. Assim como se você não for, vai passar a vida toda imaginando como seria se você tivesse ido atrás dele. Como seria se vocês ainda estivessem juntos. Entendeu? Mari: entendi. Mais ainda tenho medo da reação dele. Ele falou pra eu esquecer ele, pra fingir que ele não existe. Rafa: noossa meo, tira um exemplo das suas amigas. A Dinha mais briga do que fica com o meu irmão. A Liza mais chora e lamenta do que fica com o Henrique. -rimos- mais não é? E olha aí, a Dinha e o Junior tão cada mais firmes. -a Dinha riu e a Rafa deu um beliscão nela- e a Liza e o Paulinho estão se entendendo tbm. Apesar dos problemões que eles tem no meio. Tu e o Gil , começaram a namorar cedo demais. Pra falar a verdade, ngm do bonde acreditava que ia durar. Apesar de todos gostarem de você. Natural que vocês brigassem agr. Dinha: isso mesmo, e agora vai da vontade de vocês se entender. E se não der certo, é porque foi melhor não dar agora do que se arrepender de tudo depois. Rafa: e outra, se não der certo, faz igual a Liza, cata um boy na balada na frente dele, que ele vem rapidinho beijando teu pé. -gargalhamos- Dinha: aí a cebola vira logo um touro atropelando todo mundo. -continuamos rindo- igual o Paulinho aquele dia, todo mundo cascou o bico depois -gargalhamos forte de novo.- Mari: vocês não prestam. Rafa: e tu ? tem que cantar assim pro Gil. "aaaai , não to valendo nada, viiiish , a minha carne é fraca" Dinha: "nooosssa , assim você acaba me matando" -raxamos de novo- Mari: vcs tão impossível -ri- Rafa: ow , falando naquela peste , cadê a Liza? achei que ela vinhas. Dinha: tá nas aulas lá. Rafa: de teatro ? -assentimos- vai ter peça? Mari: vai , mais daqui uns meses. Ela falou que estão montando ainda. Rafa: ah ta. Mari: e tu hein Rafinha? como vai o namorinho lá? Rafa: muito bem obrigado -riu- ah , eu sempre gostei dele. Sempre que ele ia lá em casa ficava me olhando.. eu olhava tbm .. ele ria -ela tava viajando. A gnt começou a rir e fazer cosquinha nela- Paraaaa -empurrou a gnt rindo- é sério. Mari: quero nem imaginar o que aconteceu no cinema aquele dia -riu- Rafa: oiii ? como vocês sabem? eu nem contei pra ngm , pra não me zuarem. Dinha: o Junior né. Ele queria ir junto -rimos- Rafa: queria mesmo, mó babaca. Isso porque é amigo dele. Dinha: exatamente por isso né ow . Ele sabe como o Lukinhas é , e imagina os bgl que ele faz, fazendo contigo -riu- Rafa: vai fazer nada comigo, eu hein Mari: ahh , vai falar que não rolou nada? Rafa: claro que não. Só uns beijinhos , quentinhos -riu- até porque sou virgem. Mari: Virgem Maria que tamanho de rombo! -gargalhamos- Rafa: vai se fuder Mariana é sério -riu- Mari: eu sei ,tô brincando. Rafa: até porque eu já teria contado né -assentimos- Dinha: mais tu tem vontade ? Rafa: tenho mais , sou mó novinha ainda tbm. Mari: verdade. Acho que só quando vocês tiverem firmes que tem que acontecer. Dinha: até porque se o Junior descobre, te maaaaaata Rafa: ele só vai descobrir quando eu casar fia Dinha: ah , vai nessa. Não conhece teu irmão não? Rafa: conheço mas vou fazer o possível pra ele não descobrir. Mari: isso mesmo -rimos.- Rafa: vai , vamo de foto. -assentimos. A Dinha colocou o celular lá pra cima. Tiramos e a Rafa postou.- rafaellabeckran: Prainha com as branquelass        naotafacilprangm #amodemais #dourisadademais

[@] sorriarafa: lindaaaas [@] luizafernandes: scrr meu Deuss , amo elas s2 [@] thiagomaciel: uii que delicia de novinhas
[@] rafadiva: que corpo é esse hein diva? @rafaellabeckran [@] fcrafaenjr: aiii manoo, que perfeitas [@] gabifarias: e esses corpos? maravilhosaas [@] bondedotois: princesas minhaaas   [@] tata_estaniecki: certinho, nem chama   
[@] samsungphganso10: molezinha assim hein ow? para em casa não pra vcs vê u.u [@] mabittencourt: xiu que tua muié nem aqui tá kk [@] familiatoiss: que mulheeeerr @mabittencourt ????
Parei de ver lá. Continuamos conversando e curtindo aquele solzinho que tava favorável até. Ficamos umas horinhas ali. Comprei pastel pra noiss kkk Comemos e depois deitamos lá de novo. Quando era quase 16hr fomos andar um pouquinho. Pedi pro cara da barraca ficar de olho nas nossas coisas. Andamos um pouco e tal. Pedi pra Rafa tirar uma foto minha. Ela tirou e eu postei.- mabittencourt: o tempo as vezes é alheio a nossa vontade, mais só o que é bom dura tempo bastante pra se tornar inesquecível .. #brisaboacomaspretas
[@] princesamari: acho que vi uma princesaaaa *0* [@] fernandadias: lindaa [@] samuelgomes: gata hein ? nossa [@] juntocomnjr: tá linda [@] olhosdogil: indireta pro Gil?? [@] ceboletes: maravilhosa meu amor! tudo bem contigo e meu principe? [@] ingridmaia: gataaaa [@] gilcebola_loveu: divaaaaa lindaa [@] prateguiargil: scrr, foi uma indireta? [@] maaa_gomes: lindonaa [@] pedrolopes91: mlk Gil tá bem hein ? com todo respeito @gilcebola kk
Dei até risada quando vi o comentário do Pedro afss. Continuamos andando lá.- 
~Mari off~

~Liza on~ 
A Ultima vez que eu vi o Henrique foi sábado. Veio falando que queria conversar comigo mais no final só enrolou e não falou nada. Até pensei que fosse pra "terminar". Mas , terminar o que? Nem começou kk Ele tem agido normal comigo desde então. Os problemas parecem ter nos deixado em paz. Eu não sei explicar o que eu sinto quando tô com ele. Todos esses dias em paz, me fez perceber que mesmo com essas tempestades que passaram e mesmo se vier outras tempestades como aquela, eu não teria mais coragem de desistir dele. Bom, hoje as aulas acabaram mais cedo. Peguei minhas coisas, me despedi do pessoal e fui saindo. Saí do teatro e fui atravessar a rua pelo meio mesmo pra ir pro ponto de taxi que era na outra calçada. Assim que coloquei o pé na rua um carro deu uma leve acelerada pra cima de mim. Me assustei indo pra trás e olhei pro carro que tava do meu lado. Tava quem? O Ph olhando pra mim sorrindo. Não aguentei e abri um sorriso tbm. Fui indo em direção ao carro dele, abri a porta, entrei e fechei a mesma.-
Ph: assustou? Liza: lógico seu palhaço -dei um tapa no braço dele, que riu. Aproximou seu rosto do meu pra me beijar e eu me esquivei.- acha que merece beijo depois disso? Ph: noooossa, eu saio da minha casa, minha cama, quentinha, lááá no canal 4, pra vim aqui te buscar e sou tratado assim ? -fingiu chorar- Liza: meeeeu Deus , larga essa carreira de jogador porque no teatro tu pode ter futuro tbm viu? vou te matricular ali , pode deixar -balancei a cabeça positivamente debochando.- Ph: que menina debochada cara -fez cosquinha na minha barriga, eu gargalhei e empurrei ele.-
Liza: para vai -fiquei séria- ainda bem que tu veio, quero falar cntg. Ph: é? só vou ouvir se tu me der um beijo Liza: só lá na porta da minha casa Ph: porra meo , tô com saudade -forçou um biquinho mais ficou tão engraçado que eu ri- Liza: ok , vou dar só pra tu desfazer esse biquinho. -me aproximei e ele virou o rosto- Ph: ahhh , assim não quero tbm -eu ri- Liza: tô brincando cntg, teu biquinho é maldade, sempre foi -ele riu- Ph: como assim ? Liza: eu tenho umas fotos desse teu biquinho, outra hora te mostro. Ph: vou lá na tua casa ver Liza: entra lá em casa que minha mãe cai pra trás. Ph: teu pai segura Liza: ele cai junto -ri- Ph: eles não gostam de mim ? Liza: não falei isso ow -ri- eles iam se assustar né? eu falo tanto de você e um dia te coloco dentro de casa? Eles nem imaginam o que acontece entre a gnt -ele riu- Ph: a culpa foi minha Liza: culpa ? tá se sentindo culpado? Ph: não foi isso que eu quis dizer. Só que fui que fiz você se enrolar, eu que fiz você se envolver Liza: só que fui EU que procurei. Eu me deixei envolver , deixei você fazer o que quisesse comigo -abaixei a cabeça lembrando de todas as lágrimas que já derramei .. e que não foram de alegria.- Ph: não é assim que você tem que falar. Assim parece que eu te fiz de gato e sapato. Eu fiz o que eu tive vontade sim. Mais foi um negócio de desejo de um homem por uma mulher. Desejo é uma coisa incontrolável. Não foi uma brincadeira. Eu não largaria tudo por uma bobagem. Liza: eu sei , mais as pessoas de fora vão ver isso como? Ph: ngm tem nada a ver com a minha vida. Ou melhor, NOSSA vida. Uma hora todo mundo vai ter que engolir. -assenti- você tem que entender que agora é tudo diferente. Por mais que você já gostasse de mim, Deus quis que eu pudesse corresponder da melhor forma. Te amando do mesmo jeito.-sorri fraco ficando vermelha- Liza: eu fico sem graça quando cê fala isso -rimos- era isso que tu queria falar aquele dia? Ph: também. Vou te levar logo porque a gnt já tá parado aqui á mó tempo e ocupando vaga. Liza: pode parar de enrolar, quero saber. -ele riu- Ph: rlx , eu vou falar . -ele deu partida. Ligou o som lá e tava no cd do Natiruts, me fez lembrar daquela noite. A NOSSA primeira vez. Começei a lembrar de tudo e sorrir sozinha, sem nem lembrar que o Ph tava do meu lado.- ciumes desse passarinho verde -despertei e olhei pra ele- Liza: que ? passarinho verde ? Ph: é po, esse passarinho verde aí que te deixou sorrindo sozinha. Liza: quer saber o nome dele ? Ph: lógico, vou dá umas gaioladas nele -eu ri imaginando a cena- Liza: olha aí tua identidade , tem o nome do passarinho. -ele sorriu- Ph: de ganso passei pra passarinho? caí um pouquinho. -eu ri- Liza: você que começou com isso Ph: tu que tava dando risada aí Liza: eu tenho que te falar tudo? Ph: tem, se eu vou te falar o que tu quer saber, tbm quero saber porque tu tava rindo Liza: tu é chatinho hein? -ele riu- Ph: sou , vai ter que me aturar -sorri- Liza: eu tava rindo porque tava lembrando de uma coisa. Ph: o que ? Liza: segredo. Ph: porque segredo? Liza: depois que tu me contar o bgl lá eu te conto -ele só balançou a cabeça negativamente rindo. Continuou o caminho lá. Fui o caminho todo cantando, e ele me zuando. Depois de uns minutos paramos na porta da minha casa.- Ph: tá entregue. Liza: tá, agora fala. Ph: falo , mais tu não me deu nenhum beijo. Liza: nossa, eu vou acabar desistindo. -ele riu- Ph: eu vou falar. É que desde de sexta feira eu tenho falado com a Giovanna todos os dias. -meu coração deu uma acelerada. Mais eu respirei fundo.- Liza: é? e era só isso que você tem pra me contar? Ph: Todos os dias ela fala um pouquinho sobre como o pai dela tá. Liza: entendi , o padrasto. Bom, eu vou entrar porque tô com fome. -me virei e ele segurou meu braço.- Ph: ficou com raiva? tu nem deixou eu terminar po. Liza: termine Ph: ela não tá mais nem dando em cima de mim, nem fala em voltar. Liza: e eu não conheço esse tipinho né? ela quer que você sinta pena dela. Até ir lá pra Mauá e ela dar o bote. Ph: e eu tenho mesmo que ir , você sabe. Pro nosso bem. Pra gnt poder ficar em paz -acariciou meu rosto e eu tirei sua mão- Liza: Essa garota é muito esperta mesmo. Mais se quer competir ou algo assim, quem vai sair perdendo é ela. Ph: quê? Liza: nada, se ela tem as armas dela, eu tbm tenho as minhas. O que eu te disse aquele dia? ela não ia desistir tão fácil. Ph: ela não tá fazendo nada. Agora é você que tá exagerando. Liza: aí , tá vendo, ela quer te colocar contra mim. -me aproximei dele até o abraçar- você não pode deixar ela te manipular. Ph: eu não vou deixar Liza, não sou burro. -me afastei e coloquei as duas mão no rosto dele- Liza: promete? Ph: prometo -sorrimos um pro outro. Eu sabia muito bem as armas que eu podia usar. Colei nossos lábios e devagar começamos um beijo bem molhado. Entralacei nossas linguas num perfeito bailar. Passei minha mão pela sua nuca e desci a mão dele até minha cintura. Podiamos ouvir o barulhos das linguas dançando. Os movimentos iam ficando cada vez mais rápidos e ele parecia sugar minha lingua e meus lábios. Comecei a ficar um pouco inquieta pois tudo estava esquentando. Ele então subiu as mãos e entrou com elas no meu cabelo. Deu uma leve puxada neles. Continuamos nos beijando e agora diminuindo a velocidade. Sua lingua explorava cada canto da minha boca com vontade. Minha cabeça fez com que o boné dele caísse, por isso e pela faltar de ar, fomos parando com selinhos. Ele pegou o boné e colocou na cabeça.- Ph: êêh morena, faz isso não -ele mexeu no p. dele, olhei meio confusa e percebi que ele tava colocando o mesmo no lugar. Devia ter dado sinal ali kk. Dei risada.- tá rindo né? tu vai ver só -se aproximou de novo e eu até me assustei. Deixou nossos rostos frente a frente.- Liza: tenho que entrar Ph: tbm tenho que ir Liza: então vai -sussurei no ouvido dele- 
Ph: não consigo -sussurou no meu ouvido e eu me arrepiei to-di-nha. Me afastei rindo.- Liza: ai meu deus ,vou entrar msm -rimos- Ph: melhor -riu. Dei um selinho nele- me liga depois.- assenti, sorri e saí do carro. Entrei em casa correndo pra não acabar voltando. Fui direto pro meu quarto. Fui pro banheiro, me despi e entrei no chuveiro de cabeça e tudo. Caraio, essa fdp não vai desistir. É lógico que ela tá tentando fazer ele ter pena dela. Na hora certa ela vai fazer ele ir pra lá. Mais acho que ainda tenho tempo. Se ela quer competir comigo, tinha que ser bem mais inteligente. Quando tiver indo pra dar o bote eu já dei faz tempo. Mais não vai ser ela que vai conhecer minhas armas, mais sim , ele kkk ~Liza off~ ~Mari on~ Cheguei da praia era 17:30. Agora são quase sete da noite. Tô aqui na varanda de casa, sentada na poltrona, com meu fone plugado no celular ouvindo música. Foi bom eu ter ido pra praia desabafar. Ouvir os conselhos das meninas. Parece que quando as coisas tem tudo pra dar certo, começam a aparecer os problemas. Antes de namorar e conhecer o Gil, eu não tinha motivos pra me preocupar e chorar. Agora que eu encontrei alguem pra cuidar de mim, pra ficar comigo e me fazer mulher, os problemas apareceram. Minha mãe sempre me disse pra aproveitar a infância, porque as preocupações começam na "aborrecência". Bem isso kk. Mais como as meninas disseram, tudk se ajeita. Tô ouvindo 'E aí já era' do Jorge e Mateus, me lembrei do dia em que eu e o Gil estavamos indo pra praia. Lembrei de todos os momentos. As palavras , os abraços , os beijos, as risadas , e a forma com que ele conseguia me fazer feliz. Aquilo tudo estava me impulsionando pra fazer alguma coisa. Meu coração batia cada vez mais acelerado.
Me levantei , desliguei a musica, despluguei meu fone do celular, coloquei ele no bolso e saí. Atravessei a rua correndo, só parei no ponto de taxi. Entrei no primeiro que eu vi. O taxista deu partida, peguei o celular, abri o whats , fui pros meus contatos lá , desci correndo e coincidentemente parei no Gui. Cliquei lá e chamei ele.- guii ?? (19:01) ????? (19:04) GUILHERME !! (19:05) Gui: nooossaa quanto amor , que foi fia , que morreu? tu pode me ajudar? com o que ? liga pra Gil e pergunta se ele ta em csa. Mais não fala que eu perguntei hmm , hoje temmm     vai zuar ou ajudar porra ? calma Marizoca kkk , falei com ele agorinha , ele ta em csa sim . vlwww use camisinha vai se foder   Bloqueei lá. Fui o caminho todo afita. Minhas mãos suavam e meu corpo todo tremia. Em alguns minutos o taxi parou em frente o prédio do Gil. Paguei dando o único dinheiro que eu tinha no bolso. Desci, e olhei pra aquele prédio. Pqp, o que eu vou fazer ? [...]


CONTINUA!

eaaai neniss tudo bem? kkk, bom meninass, mais um capitulo pra vcs, dessa vez maior. Alguns estão menores exatamente porque as 'fortes emoções' estão chegannnndo. Na hora certa vamos explicar tudo e vai ser sem sustos. Ahh, vcs viram aí nesse capitulo que a gnt citou uma musica de agora, 2013/2014. (nao tô valendo nada-henrique e juliano).Mais como já dissemos, apesar de ser 2010, vai ter instagram, whatsapp , e musicas de agora. Mas tbm teve horas que colocamos umas do exalta daquela época. Mais quando aparecer coisas de agora não estranhem. Obrigada pelos comentarios, apesar do estress que aconteceu. E queremos dizer que já sabemos quem foi. Porrrtando, da proxima vez, vamos falar diretamente com a pessoa. Venhamos e convenhamos que foi bem ridiculo né meninas. Agradecemos pelo carinho mais não precisava disso. Mas meninas, quando a gnt demorar pra postar, sintam-se a vontade pra comentar mais de uma vez ok?. Não deixem de comentar. Quanto mais vcs demoram, mais a gnt demora tbm kk. Pra quem quiser, vamos deixar todos os nossos contatos aqui.
AMANDA: Twitter: @dinhafeitosa/_mysmilenjunior Instagram: @dinhafeitosa Facebook: https://www.facebook.com/amanda.santos.56863?ref=tn_tnmn LIZA: Twitter: @lizaarodrigues_ / @gansodaliza Instagram: @lizaarodrigues_ Facebook: https://www.facebook.com/lizandra.mrodrigues MARI: Twitter: @itmaary Instagram: @marianacorttez Facebook:https://www.facebook.com/mariana.roberta.96?fref=ts
Ahh, quase nunca entramos nesses twitters que deixamos. Mas pode add tudo quem quiser, claro. Pra perguntar algo, usem o whatsapp ou o face que usamos sempre. Beijos, amamos vcs   

35 comentários:

  1. Perfeitoo amo tanto essa fic.. Já pode continuar viu
    @Gilcebola_loveu

    ResponderExcluir
  2. To amando continua tomara que dessa vez o gil e a mari se acertem♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porq Para na melhor parte ? Isso e mt tortura sabia querem me matar ? Kkkkk CONTINUEM RÁPIDO PORFAVOR NECESSITO MUITOOO AAAAH E TÁ MT PERFOOO

      Excluir
  3. quase tive um surto aqui , como assim voce sempre para na melhor parte ? ta chato mano kk quero o gil e a mari juntos , to doida pra saber quais são as fortes emoçoes do proximo

    ResponderExcluir
  4. Quero mais emoçãooo.. kkkkkkkkk Tomara que alguma mulher esteja lá na casa dele..... :p continua

    ResponderExcluir
  5. E a curiosidade? Só aumenta... meninas um dia eu morro disso ah curti demais e espero que dê certo essa reconciliação. Ah kd o whatts de vcs? Bjs Van

    ResponderExcluir
  6. maaaais pf caraa muuito booom *--* o seu é o mais top

    ResponderExcluir
  7. Cralhooooooooooo voces sao fodas demaaaais ! Hahahh
    Eu ameeei. Vlh' na hora q a.mari tava na varando ouvindo JM e lembrando das coisas dela com o gil, eu quase chorei kra' naminha cabeça passava a musica e lembrando dos momentos dos dois...MUITO PERFEITO.
    EU TO AMANDO CADA VEZ MAIS. Tomara q o gil ouça a mari...os casais tao top, ta tudo perfeito ! E eu sou Mari tbm ahahah - CONTINUAAA TO ANCIOSA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concoooooooordo ! Eu tbm <. Continua

      Excluir
  8. VOU TE BATEEEER AHAHAHHAHA VC PARA NA MELHOR FASE KKKKKKKKKKKKKKKKKKK MAAAAAAAAAAIS

    ResponderExcluir
  9. PQ vc's tem que para na melhor parte ?!Aff viu ...Continua ta muito bom espero que eles se acertem...
    Amanda

    ResponderExcluir
  10. nao creio que na melhor parte vocês pararam... :@ kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Continua plmdds. Quer me matar de curiosidade, é? Não vou nem falar que ta maravilhoso pq já to ficando repetitiva hahahahaha. Enfim, continuem logo. Obrigada, hahaha.
    Bruna.

    ResponderExcluir
  12. Q felicidade de chegar aqui e ver esse capitulo maravilhoso! *---*

    ResponderExcluir
  13. continuaaa por favor!!!!!!!!!Sempre param na melhor parte

    ResponderExcluir
  14. Continua ! Perfeito '------'

    ResponderExcluir
  15. Continua pelo amorrrrrrr. Ta maravilhoso.

    ResponderExcluir
  16. Ai, oq será q vai acontecer???

    ResponderExcluir
  17. AMEI *-* conttinua logo genti

    ResponderExcluir
  18. Mt perfeita essa fic sou apaixonada demais <3 continuem logo plisss

    Meninas porq não fazem um grupo no whats pra fic e colocar noiz leitoras ?

    ResponderExcluir
  19. Quero maaaaaaaais... top.

    ResponderExcluir
  20. Leitora nova! AMANDO AQUI #Camilla

    ResponderExcluir
  21. Aaaain. Amei. Mari e gil tem q voltar logo

    ResponderExcluir
  22. CADA VEZ EU QUERO MAAAAIIIIIIIIIIIISSS (8)

    ResponderExcluir
  23. ta perfeito mas to com saudade dos meus casais que não apareceram :( quero eles para mim !! gabi

    ResponderExcluir
  24. Adorei essa história, muito diferente!!! Continua

    ResponderExcluir
  25. Já to imaginando um milhao de coisas acontecendo aí quando ela chegar lá na casa dele!

    ResponderExcluir
  26. Cadê porra ?vcs demoram demais

    ResponderExcluir
  27. Na minha cabeça passa mil coisas ja..kk CONTINUA A M E I

    ResponderExcluir