sábado, 4 de janeiro de 2014

twenty six ♡

Não sabia muito bem o que tava fazendo. Mais quando vi o taxista arrancando , fiquei mais tensa. Dei o destino pra ele nem tendo a certeza se aquele era mesmo o meu destino. Peguei meu iphone e desbloqueei. Ainda estava naquela foto. Eu podia ver meus batimentos saltando pela blusa. Eu realmente estava nervosa. E 15 minutos depois de muita aflição o taxi parou em frente a aquele predio. É, eu estava de novo frente a frente com o prédio do Ph. Respirei fundo , paguei o taxista , agradeci o mesmo e desci. Não faço a mínima idéia do porque mais a vontade que eu senti de falar com ele era indescritível e irresistível. Eu tinha que resolver essa situação. Então naqueles segundos de coragem insana , entrei no prédio me dirigindo a portaria/recepção. Liza: oi boa tarde , o Paulo Henrique da cobertura se encontra? Porteiro: o Ganso ? -sorriu um pouco irônico- Liza: ele mesmo -sorri da mesma forma- Porteiro: ele se encontra sim. Qual seu nome ? Pra eu poder anunciar sua subida. -falou já pegando o interfone. Mais é obvio que eu não queria que me anunciassem- Liza: então ,é que assim..-respirei pra responder e olhei pra entrada do prédio. Estavam vindo duas senhorinhas cheeeeias de sacolas nas mãos. No mesmo instante o porteiro foi saindo detrás do balcão.- Porteiro: só um minutinho moça. -assenti e vi ele se aproximando das senhoras e ficando de costas pra mim. Não pensei duas vezes né? Olhei de um lado pro outro e saí correndo. Virei rapidinho e parei em frente ao elevador apertando loucamente o botão e rezando pro porteiro não vir até aqui. E de repente o elevador abriu. Não tinha ngm e eu entrei. Subi pra cobertura ficando cada vez mais gelada. Quando saí do elevador, me dirigi até a porta do apê dele. Nem tinha pensado no que dizer. Mais agora que eu tô aqui, não posso desistir. Apertei a campainha e esperei aflita. Meu coração estava na boca! E finalmente a porta se abriu. Os olhos dele se arregalaram e os meus sorriram.-
Liza: eu também te amo -ele continuou me olhando fundo e abriu um sorriso- Ph: cara, é você ? O porteiro disse que uma garota tinha subido sem permissão. Eu imaginei que fosse uma ..-interrompi- Liza: fã ? E não é isso que eu sou ? Ph: não. E se for tbm , não me importa. Eu não vejo como um crime ter me apaixonado por você -sorri e abaixei a cabeça. - Liza: e vai me deixar aqui fora ? -ele sorriu pegou na minha mão e me puxou pra dentro do apê. Fechou a porta e me puxou até o sofá.Sentei e fiquei de frente pra ele- Ph: cara , nem acredito que tu tá aqui . Liza: eu vim porque eu quero acreditar em você. Ph: eu quero que você acredite. Eu não menti pra você . Liza: cadê a Giovanna ? Ph: Sei lá dessa porra. Ela tá na casa dela. A gnt não se vê desde sabado. Liza: o que que tu disse pra ela ? Ph: que precisava pensar. Liza: e ainda precisa ? Ph: não. Eu sei exatamente o que eu quero.Eu não tinha notado mais , eu sabia desde a primeira vez que eu te vi. Liza: sabia o que ? -falei só pra ouvir da boca dele e ele sorriu- Ph: que você é pra mim,e eu sou pra você. E eu espero que eu esteja certo porque eu não consigo mais parar de pensar em você. Fico nessa casa enorme , sozinho e as vezes escuto tua risada e imagino o teu sorriso. E isso me deixa pior. Ou melhor, sei lá. Liza: que lindo -sorri- foi assim cmg agr pouco. Eu tava em csa sem fazer nada. E vi aquela foto que tu postou. Te imaginei perfeito na minha frente -sorrimos um pro outro e ele acariciou meu rosto- não sei se fiz certo em vir mais , eu acreditei mais uma vez em você. E quero resolver isso tudo. Ph: claro que vc tá. A gnt vai resolver. Liza: é você que tem que se resolver. Ph: eu vou falar com ela. Liza: quando ? Ph: essa semana ainda. Liza: e depois ? Ph: dps vou arranjar um tempo pra ir pra Mauá falar com o seo Edu. Liza: quem é 'seo Edu'? Ph: padrasto dela . Liza: ah . tem certeza do que quer fazer ? -ele sorriu de novo e foi aproximando o rosto do meu - Ph: certeza -me deu um selinho- absoluta -outro selinho e eu ri. Depois da minha risada ele estava sério. Chegou um pouco mais pra frente , puxou meu rosto com a mão e colou mais firmamente nossos lábios. Sua língua invadiu minha boca devagar. Fomos entrelaçando nossas línguas e ele passou a mão pela minha nuca fazendo nossos corpos se aproximarem um pouco. Fomos nos envolvendo com aquele beijo , que ficava mais intenso e quente a cada movimento. Ele começou a alisar todo o meu corpo e eu comecei a sentir de novo aquela sensação. Aquela coisa esquentando desde os meus pés e ficava pior na minha intimidade. Ele então parou o beijo e apertou minha coxa me olhando- Ph: nossa , não dá pra ficar sozinho com vc não -falou sorrindo e secando o "suor" do rosto- Liza: porque ? -ri fraco- Ph: sei lá , eu fico louco . -se levantou- quer beber alguma coisa ? -me levantei tbm - Liza: não -peguei em sua mão e puxei seu rosto pela nuca. Começamos mais um beijo mais dessa vez , já estava rápido desde o começo. Fiz com que ele se envolvesse novamente. Foi explorando cada canto da minha boca com desejo. Colocou uma das mãos na minha cintura e foi subindo a mesma por dentro da minha blusa. Me arrepiei por dentro e por fora já imaginando tudo o que aconteceria. Chegou no meu sutiã e abriu o mesmo , desceu as duas mãos e pegou de novo minha cintura. Paramos o beijo e me ergueu pela cintura me fazendo laçar minhas pernas na cintura dele. Voltou pra minha boca e foi me levando assim. Subimos as escadas e minha rasteirinha caiu do pé. Entramos no quarto dele. Paramos novamente o beijo e ele me soltou em sua cama. Veio vindo devagar até ficar em cima de mim. Sorriu e afastou uma mecha do meu cabelo que estava no meu rosto.- Ph: linda ! -sorri um pouco envergonhada e ele selou nossos lábios. Sua lingua agora adentrou suavemente minha boca. E de novo misturando nossas salivas. Devagar ele foi me levantando mais até encaixar nossos corpos. Durante o beijo comecei a sentir aquele volume em cima da minha amiga. Fiquei imediatamente molhada. Ele foi descendo os beijos pelo meu pescoço fazendo aumentar aquele desejo que eu sentia no momento. Rapidamente foi subindo de novo minha blusa até tirá-la . Olhou meus seios já soltos e jogou meu sutiã longe. Veio vindo de novo mais eu o empurrei ele me olhou confuso e eu comecei a subir sua camisa. Ele me ajudou a tirando. Encostou de novo seu corpo sobre mim e eu o senti bem quente. Enquanto ele beijava meu pescoço comecei a mordeu sua orelha e lamber atrás da mesma. Senti o corpo dele esfriar com os arrepios e continuei. Ele começou a pressionar seu membro já bem duro sobre minha intimidade. E eu me sentia cada vez mais feliz e com vontade. Era incrível e incontrolável. Ele tinha um controle sobre mim. A cada movimento eu me sentia ainda mais dele. Somente dele. De corpo e alma. De repente ele parou o beijo. Meus batimentos já estavam completamente acelerados. Ele se afastou , abriu meu shorts e foi tirando mesmo. Depois puxou e tirou tbm minha calcinha. Desceu a boca e começou a beijar meus pés. Foi subindo os beijos e junto me apertando com as mãos. Passando pelas pernas , coxas e chegando na minha amiga ele me olhou , eu ri e olhei pro teto do quarto. Ele então deu uma lambidinha no meu clítoris me fazendo me contorcer um pouco. Foi subindo de novo até chegar nos meus seios. Caiu de boca nos mesmos. Massegeando um e beijando o outro como se fosse minha boca. Fiquei totalmente entregue. Me contorci mais e comecei a gemer. Ele tbm começou a ficar inquieto e parecia querer cada vez mais de mim. E realmente eu queria me doar mais. Então o empurrei de novo e fiz com que eu ficasse por cima dele. Tirei rápido sua bermuda e cueca. O olhei e imediatamente fui com a boca em seu membro. Bom , fiz o servicinho lá vendo ele ficando maluco de tesão. Quando nem eu nem ele aguentávamos mais parei.- Liza: cadê a camisinha ? -ele se virou , pegou na gaveta ao lado e me deu.Abri e coloquei devagar nele. Puxei os braços dele o fazendo sentar de frente pra mim. Nos abraçamos já suados e me sentei em cima dele. Começamos a nos beijar. Até que ele adentrou seu amigo na minha amiga. Comecei a me movimentar e rebolar devagar. Fomos gemendo juntos e com as mãos ele acompanhava meus movimentos. Fiquei assim até ele me deitar e vim por cima. Colocou forte e foi bombando bem rápido. Segurou minhas coxas as apertando forte e se afastou. Só mexia o quadril e se concentrava no nosso prazer. Eu gemia alto e pedia mais. Até que ele diminuiu a velocidade e encostou seu corpo sem parar. Continuou aquilo me fazendo sentir-me a mulher mais amada do mundo. Eu arranhava suas costas enquanto ele gemia em meu ouvido. Até que numa entocada bem intensa , chegamos ao orgasmo. Ele me encarou e sorriu, me fazendo sorrir tbm. Dei um selinho nele.- Ph: eu te amo cara . -ri fraco- 
Liza: e eu acredito , e te amo mais ainda. -ele sorriu e saiu de cima de mim.- Ph: vou tomar um banho , vem cmg ? -sorriu meio safado- Liza: não , se vc não cansou , eu cansei . -ele começou a rir- para de rir , sou nova nessas coisas né ?
Ph: que bom . -riu de novo- faz um lanche pra gente enquanto eu tomo banho ? Depois tu toma tbm . Liza: ta bom -sorri. Ele catou as roupas dele pelo chão e foi pro banheiro. Catei as minhas tbm. Vesti minhas roupas intimas e a camisa dele. Pra não suar as minhas kk. Me olhei no espelho em frente e sorri. Gigantemente feliz. Desci correndo e fui pra cozinha. Abri a geladeira e armário. Peguei hamburguer e ia fazer um x-burguer. Peguei queijo e presunto e deixei do lado. Coloquei o hamburguer pra fritar e fiquei olhando a geladeira dele. Nossa vlh , ele era muito organizado. Se bem que a empregada tá aqui de 2 em 2 dias. Mais na gavetinha eu achei um pudim estragado -.- . Joguei fora , claro kk . Voltei pro fogão e virei os hamburguers. Ouvi uns passos e olhei pra trás. Era o Ph entrando na cozinha. Só de bermuda e o cabelo e corpo ainda molhados. Sorri e me virei pra ele. O mesmo me abraçou. Começamos a nos beijar. Ai que delicia de beijo , só tinha amor. Era suave , molhado e envolvente. Mais no beijo do beijo ouvi um barulho estranho e me soltei dele.- Liza: que isso ? Ph: o que ? Liza: esse barulho . Ph: que barulho linda ? É o hamburguer fritando aí , vem cá -me puxou de novo e colou nossos lábios.- xxx: AHHH -gritou- O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO HENRIQUE ? -paramos tudo e olhamos pra entrada da cozinha. Ela estava ali. É , ela mesma. A Giovanna. Lágrimas começaram a escorrer pelo rosto dela.- o que você fez ? porquê? 
Ph: calma Giovanna , eu vou explicar tudo eu .. -ela interrompeu e eu desliguei o fogão.- Giovanna: explicar ? eu tô vendo. Você e essa .. essa .. quem é ela de verdade ? De onde ela veio ? Vou ligar pro André agora ! -falou me olhando- Liza: que ligar pro André oq , não viaja garota ! Giovanna: o que ? Ele já sabe que é corno ? Liza: corno ? -ri- não tenho nada com ele . Ph: espera , eu vou falar. Liza: é Henrique, fala . Giovanna: o que ? que vc tava me traindo esse tempo todo com essa vagabunda ? Liza: vagabunda ? se ele procurou outra é porque teve "motivos" né filhinha ? -ela olhou pra ele- Giovanna: não , não acredito que vc falou pra ela . Liza: falou o que ? que vc é a vagabunda da história ? -ela me fuzilou e veio pra cima gritando. Eu fui tbm mais o Ph entrou no meio empurrando ela- Giovanna: como vc teve coragem ? vc mentiu pra mim. E meu pai ? hein? Imagina quando ele souber disso ? Que nojo . NOJO DE VOCÊ ! -ela voltou a chorar. Ele coçou a cabeça e levantou o rosto dela. Estranhei a atitude dele e fiquei olhando. Ele colocou a mão no rosto- Ph: calma amor , para de chorar . Calma. -amor ? foi isso mesmo?- Liza: amor ? isso que eu ouvi? achei que amor fosse o que a gente fez lá em cima. Giovanna: como vc é baixa . Vadia , puta ! Liza: CALA A BOCA ! e para de chorar pq vc não é vítima de nada. Ph: chega , é melhor vc ir . -me olhou e eu me desarmei. Não podia acreditar. Me senti uma merda , um monte de lixo. Eu iria embora e ela era o amor dele ?
Liza: eu ? -assenti- tá bom . -fui passando por eles-
Giovanna: Vai mesmo sua piranha. -parei de andar e pensei "não tenho nada a perder mesmo". Me virei de novo- Liza: a unica piranha é você ! -fui pra cima dela gritando assim como ela. A empurrei e ela se agarrou no meu cabelo, peguei no braço dela e fui arranhando. Ela puxava cada vez mais meu cabelo e eu tentava cravar mais minhas unhas. Mas o Ph tava no meio e não dava muito. Até que ele empurrou nós duas pra trás- Liza: ESPERO QUE VOCÊS MORRAM , UM COM O VENENO DO OUTRO ! -falei chorando e corri pro quarto dele. Me vesti rapidamente ouvindo os gritos dela. Quando terminei , rasguei aquela camisa dele , joguei no chão e sai dali. Saí do apartamento sem esperar mais nada. Respirei fundo e não conseguia parar de chorar. Entrei no elevador soluçando e quando cheguei lá em baixo corri.Passei pela portaria correndo e nem ouvi o que o porteiro tava dizendo. Saí dali não tendo mais forças pra nada. Fui andando devagar deixando as lágrimas caírem. Nada mais me importava. Só que essa dor passasse sem deixar nenhum rastro. E que tudo voltasse a ser como era. Pra que eu não me sentisse um nada como agora. Não adianta eu me perguntar 'o porquê', a resposta eu mesma sei. E por mais clichê que seja , é isso. Essa tal de ilusão. Mais depois de andar um pouco minhas lágrimas já haviam secado. Não dá mais pra parar minha vida e ficar me lamentando por alguém que não vale o que tem. Já perdi muito tempo. Fiz o que não devia ter feito. Me enganei , me entreguei e confundi amor de fã com o carnal , de homem e mulher. Pensando nisso tudo , e decidida a recomeçar, cheguei até a praia. Avistei um taxi , me aproximei e entrei no mesmo. O taxista arrancou e eu começei a pedir pra Deus pra que TODOS os momentos de hoje fossem esquecidos por mim. E as palavras principalmente. Amor ? Ele a chamou de amor! Isso não sai da minha cabeça. Mais não , não vou me privar de nada por causa dele. Muito pelo contrário. Vou fazer o que eu tiver vontade. Bom, depois de alguns rápidos minutos , o taxi me deixou na porta da minha casa. Paguei , desci e entrei em casa. Fui passando pela sala onde meus pais estavam.- Rodrigo: onde vc tava ? as meninas tavam doidas te procurando Liza: fui dar uma volta. -continuei andando- Flávia: tá td bem ? não vai pro culto ? Liza: tá , mais nem vou. -entrei de vez no quarto. Tentando me fazer conformar e esquecer. Mais por estranho que pareça é assim que me sinto. Conformada. Conformada de que todos os meus sonhos com o Ph , foram somente sonhos. Porque a verdadeira realidade não é nada parecido com um conto de fadas. É chato , é cliquê , mais a verdade é que nada disso tinha que ter acontecido. Eu preferia ter guardado outra imagem dele. Aquela de um homem guerreiro , talentoso , todo zen , honesto , respeitador. Eu realmente preferia porque agora , nada disso importa. ~Liza off~
~Amanda on~ Mais cedo eu e as meninas combinamos de ir pro culto. Mais foi chegando a hora e a Liza su-miu. A gnt ligou várias vezes no celular dela. Tá desligado. Ligamos em casa e ela não tá. Mó estranho. Mais sei lá , vai que ela resolver se conversar cm o Ph. Embora ele não merece mt ainda mesmo. Mais enfim , a gente foi mesmo sem ela. Eu precisava . Só aqui tenho completa paz e felicidade. Esqueço todas as preocupações. Agora estamos aqui na igreja. Tá no meio do culto[...] O culto acabou agora. Fomos saindo junto com os meninos. Olhei pra trás , vi a Camila e o Felipe vindo. Sorri e acenei pra eles assim cmo as meninas e eles foram embora. Paramos ali em frente.-
Thiago: tá namorando ainda Mari ? Mari: uhum , tô sim. Ele tá vindo buscar a gente. Thiago: pô .. -abaixou a cabeça a gente riu.Continuamos papeando ali. Depois de um tempo , a Mari atendeu uma ligação. Devia ser o Gil pq ela logo voltou. - Mari: ele tá por aqui já. -assenti e continuamos ali. Depois de uns 5 minutinhos , vimos o carro do Gil encostando. Quando ele desceu o vidro , e viu os meninos fechou a cara. Nos despedimos dos meninos com um beijo no rosto e atravessamos a rua. A Mari entrou na frente , e eu entrei rapidamente atrás. Fechei a porta e quando olhei pro lado, levei um susto em ver quem tava do meu lado no banco. Eu vou matar o Gil :@ [...]

25 comentários:

  1. É o Junior, certeza. Que raiva do PH, tadinha da Liza ansiosa pro proximo cap
    @JuntocomNjr

    ResponderExcluir
  2. Aff que idiota esse Ph pq ele fez isso com ela? queria tanto que eles se acertassem, continuaaaa

    ResponderExcluir
  3. esperava isso de qualquer pessoa menos fo ph, muito cachorro !! vou matar ele, continua logo

    ResponderExcluir
  4. matando o ph em 3,2,1 hhahhaah continuaaaaaaa please

    ResponderExcluir
  5. Naaaaaaaao acredito que ele levou o.junior kkkkkk....a mari vaaai maaatar o cebola kkk.... ta top. Continuaaa. Continua ate o final dessa semana ?

    ResponderExcluir
  6. não gostei do que o Paulo fez, ridículo só mostro que todos os homens são iguais u.u continua

    ResponderExcluir
  7. odiei a atitude do PH

    ResponderExcluir
  8. Por um lado eu entendo o Ph mas chamar a Giovana de "amor" não da ne ?! Coitada da liza... o junior tem q aproveitar q o gil levou ele e tentar se entender com a.amanda, e a amanda tem que se desarmar tambeem nee... rs' ta tooop continua, ps: acho que vai ter hot da mari com.o gil u.u. CONTINUA PRA SEMPRE

    ResponderExcluir
  9. nossa como o ph foi tao baixo
    cm o liza, a 1 hora atrás ela se declarou totalmente pra ele e se
    entregou e deu mais uma chance pra ele, noss to cm muita raiva dele q
    cara d pau e ainda por cima chamando a giovana d amor na frente da
    coitada da liza, espero q agora ela volte com o caio e passe na cara
    dele pra valorizar td oq perdeu ... o gil sempre tentando juntar os
    dois né o mlk q gosta d dar um de cupido desses dois... ADORO tdo isso
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    TA PERFEITO CONTINUA KKKK

    ass: Micaela

    ResponderExcluir
  10. continua,eu acho que já tá hora da part hot entre o Gil e a Mari..Claro que é o jú..
    Amanda

    ResponderExcluir
  11. Hot com o gil e mari de.novo, será ?
    u.u anciosa- pq o gil levou o junior ? Kkkkk coitada da liza. Ela tem q esquecer o ph e se reconciliar com.o caio *-*

    ResponderExcluir
  12. Mais nossa...o q foi esse hot ? PERFEITO DEMAAAAAIS... continua

    ResponderExcluir
  13. Amooo a sua fic ... Indica a minha?? http://what-to-do-about-you.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  14. é o Neymar kkkk Contt logooo ... Porra Amanda pq taum perfeito os seus Capítulos ??

    ResponderExcluir
  15. leitora nova, to amando muito tudo isto! continua logo

    ResponderExcluir
  16. Cooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooontinuuuuuuuaaaaaaaaaa ta mais que perfeito *-----------------------------------* amando tudo isso

    ResponderExcluir
  17. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  18. amando cada vez mais

    ResponderExcluir
  19. Aguardando.os proximos capitulos...

    ResponderExcluir